As portas da Casa Ogham se abrem



O maior tempo passou. Nossa casa esteve fechada para reformas, porque também mergulhamos no processo de transição que transcorre pela Terra. Não foi um período de ausência, mas de recolhimento para escavações e alinhamentos.

De tudo que ouvi, armazenei um pouco e retorno com a cesta cheia de presentes. Vamos trabalhar, junto com uma equipe ampla e completa, para fundar um novo mundo, de um extremo a outro, na temporalidade simultânea. Somos a máxima cadeia na estrutura do cosmos e somos feitos das palavras que emitimos.

Tem uma palavra escondida em meu coração e vamos escavá-la para a criação do mundo. Tem uma pessoa escondida em meu coração. E nesta reinauguração da Casa Ogham vamos ampliar a parceria de trabalho. Já não somos tão-somente três mulheres do passado. Há o homem superior, veículo de nossa história. Este homem é o amor.


Sigo correndo, catando pedras pelas florestas, pelo fundo poço. Cavando buracos onde não existe memória. Os homens não leem, jamais alcançarão essas palavras, mas elas virão, se instalarão, e no oculto porão, finamente, os fios serão fornecidos para o círculo do tear. É certo que essas vozes sairão da lápide, mas o homem de hoje não notará, a não ser pelo impulso que secretamente provocarão.


Nosso trabalho é de instauração. Mas estamos cientes de que não será visível, nem afamado. Não é coisa que se perceba ou se alastre como propaganda. É silenciosa a construção ogham. Para se chegar das raízes aos frutos, há seiva reclusa alimentando o tronco.


Voltamos hoje ao passado e aqui recomeça a viagem ao lar!

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square